Comércio da região cria 864 vagas em maio

Comércio da região cria 864 vagas em maio

7 de julho de 2021 0 Por Redação

Recuperação dos empregos segue em alta e saldo desde o início da pandemia é de apenas menos 39 vagas

Um levantamento feito pelo Sincovat (Sindicato do Comércio Varejista de Taubaté e região), com base nos dados do Novo Caged (Cadastro geral de Empregados e Desempregados), mostra que o comércio da RM Vale criou 955 empregos com carteira assinada em maio de 2021.

O desempenho reverte duas quedas mensais seguidas, é o maior desde dezembro e foi puxado pelas atividades varejistas, com a criação de 864 vagas. Também houve contribuição do atacado (+29 vagas) e do comércio e reparação de veículos (+62 vagas). Já dentro do varejo, o resultado foi puxado no mês pelos supermercados e hipermercados, que criaram 210 vagas.

No acumulado dos últimos doze meses, de junho de 2020 a maio de 2021, o comércio da região possui saldo positivo de 7.121 vagas. Novamente o varejo foi das três divisões aquela que mais evoluiu, com 5.309 novas vagas, puxada desta vez pelo varejo de materiais construção, com 1.169 oportunidades de trabalho.

Considerando o acumulado desde o início dos impactos da pandemia, em março de 2020 (total de 15 meses), o comércio possui avanço de 374 vagas. O varejo está negativo em 39 vagas, o comércio e reparação de veículos registra perda de 324 vagas, enquanto o atacado evoluiu com +737 vagas.

Segundo o presidente do Sincovat e vice-presidente da FecomercioSP, Dan Guinsburg, esse saldo negativo de “apenas” 39 indica uma estabilidade do mercado de trabalho desde o início da pandemia.

“Tivemos uma retração forte do saldo da mão de obra com carteira assinada entre março e julho do ano passado, em razão das restrições impostas pela pandemia. Já esperávamos uma recuperação lenta, mas esses números mostram que, aos poucos, tudo vai voltando ao normal”, comenta Dan.

O presidente do Sincovat projeta ainda um segundo semestre mais promissor. “Tudo depende da vacinação. A expectativa de todos os brasileiros vacinados até dezembro está trazendo confiança para o mercado e, assim, esperamos um final de ano com boas vendas e , consequentemente, aumentos dos empregos no comércio”, explica.